Skip links

Os primeiros passos para seu projeto de e-commerce

Reflexões para guiar o plano de sucesso da sua loja virtual de calçados

É possível listar boas razões para iniciar um projeto de e-commerce. Há quem diga, que toda a estrutura de uma loja, da vitrine ao escritório, passa a funcionar dentro de um computador, e que milhares de clientes estão online. Isso nos leva a imaginar que eles aguardam ansiosamente a publicação de uma nova loja virtual para devorarem os estoques, não é mesmo?

Contudo, prefiro te convidar a navegar no encantador e dinâmico varejo digital, que estimula marcas a reinventar-se rapidamente, através de uma pergunta simples, capaz de guiar o plano de sucesso da sua loja virtual. Então, respira fundo, abre os relatórios com indicadores do seu ERP, e organize as ideias a partir dessa reflexão: Estou preparado(a) para abrir uma filial com um modelo de negócio diferente e desafiador?

Inaugurar uma loja digital, apesar de parecido com uma loja física, envolve um modelo de negócio distinto. O planejamento elenca outros requisitos, a inauguração envolve novas decisões, a demanda por tecnologias tende a aumentar, os investimentos têm outras finalidades e o processo de venda é completamente diferente. Em resumo: pessoas, processos e as tecnologias de uma loja virtual são diferentes da operação de uma loja física.

O ciclo do atendimento no E-commerce

A venda, em uma loja virtual, inicia em um catálogo de produtos bem organizado, que depende de descrições ricas de informação, chega ao carrinho de compras, passa pela aprovação do pagamento, separação da mercadoria, expedição do pedido e finalmente chega ao consumidor. Isto é, o espaço de tempo para relacionar-se com os clientes é maior no comércio eletrônico, o contato começa com a atração de vendas e só termina quando o cliente estiver satisfeito, com o pedido em mãos. O que pode levar alguns dias.

É tudo muito desafiador.  Mas a gente te ajuda! Consegue imaginar quais dos seus atributos de vendas são mais poderosos?  Como você os aplicaria no e-commerce?

 

Aplique seus diferenciais

Liste seus pontos fortes:

• Atendimento de qualidade;

• Loja bonita e atraente;

• Agilidade na compra;

• Novidades e Produtos exclusivos;

Agora, projete a aplicação deles no e-commerce: Como vou adaptar tais atributos, que são os meus pontos mais fortes, em minha loja virtual?

Por exemplo:

• Atendimento de qualidade: “para manter meu atendimento de qualidade no e-commerce, vou me esforçar explicando todos os detalhes do produto, oferecer acompanhamento de pedido para meu cliente via e-mail e ter um canal de pós vendas”.

• Loja bonita e atraente: “Investir no visual do site, anúncios, etc”

• Agilidade na compra: “Proporcionar compra, entrega rápida e assertiva”

• Novidades e Produtos Exclusivos: “Apresentar na loja virtual assim que chegar uma novidade”

Repare que no âmbito do varejo digital, os conceitos estão interligados e o elo é a tecnologia. E que, apesar de decorrer de novos processos, da operação ao relacionamento com o cliente, o projeto inteiro envolve alguma solução tecnológica e uma equipe bem preparada para realizar um trabalho eficiente.

Converse com sua Fornecedora de ERP

Para garantir a produtividade da loja virtual, e eliminar retrabalhos, é muito importante que seu ERP e a plataforma de e-commerce se comuniquem através de uma integração. O objetivo é automatizar uma série de rotinas e processos que, sem a integração, precisarão ser feitos de forma manual.

Está com planos de desafiar-se no mundo do e-commerce?
Um dos primeiros passos é conversar com sua fornecedora de ERP, avaliar as plataformas já homologadas e compreender o que as integrações podem te oferecer.

Agora, vamos falar sobre a importância da integração do seu ERP com a plataforma de e-commerce? Saiba mais

Entre na conversa

Return to top of page