Skip links

Como as alterações de regime tributário podem impactar as vendas da sua loja

Sua loja é optante pelo Simples Nacional? Se sim, confira este artigo para garantir que seu faturamento não será interrompido neste início de ano.

Criado para simplificar o pagamento de tributos, o simples nacional é o regime tributário das lojas, ou grupos de lojas, com faturamento de até R$3.6milhões. Esse limite é calculado por estado, e quando excedido pode desenquadrar a loja das faixas do Simples Nacional.

De olho no crescimento do seu faturamento: Como acontece o Desenquadramento do Simples Nacional

Com o maior controle das Receitas Estaduais e da Receita Federal, caso a loja, ou o grupo de lojas, exceda o limite de faturamento, a empresa pode ser desenquadrada do Simples Nacional, o que impacta de diferentes formas no cotidiano das lojas, e é por isso que merece uma atenção especial de lojistas de todo Brasil.

 

Como posso acompanhar se estou próximo de uma mudança no regime tributário?

O limite refere-se ao montante vendido pela loja nos últimos 12 meses, caso seu faturamento esteja próximo do limite de R$ 3.600.000,00 é válido conversar com o seu contador a respeito dos próximos passos para o futuro da loja. Esse limite pode ser visualizado através da consulta dos relatórios de venda do SetaERP, ou com acompanhamento da própria contabilidade.

 

E se eu não acompanhar, o que pode acontecer?

Em alguns Estados, o desenquadramento pode acontecer de forma automática, ou seja, a própria Receita Estadual desenquadra a loja do Simples Nacional. Dessa forma, ao tentar emitir uma nota, o documento recebe uma rejeição informando que o Regime Tributário está incorreto, neste caso, o faturamento da loja é interrompido.

Na prática, ao passar uma venda, não será possível emitir a nota ao cliente pois o sistema não pode calcular os tributos corretamente, agora imagine se isso acontece em plena promoção de queima de estoque?! Melhor se prevenir!

 

Minha loja foi desenquadrada do Simples Nacional, e agora?

O primeiro passo é conversar com o seu contador e validar em qual regime tributário a loja será enquadrada (Lucro Real ou Lucro Presumido), assim como validar a alíquota de ICMS praticada por seu Estado. Após este levantamento, informe a SetaDigital sobre as mudanças, basta abrir um ticket na Central de Soluções  que um analista especializado orientará como parametrizar seu sistema.

Quando o software é informado sobre essas alterações com antecedência, evitamos surpresas desagradáveis e que o faturamento seja interrompido.

E agora que você já sabe de tudo isso, que tal espiar como foi o seu faturamento em 2019? Será que sua loja, ou o seu grupo, continuam no Simples Nacional este ano?

Conte com a gente para que os seus resultados sejam ainda mais positivos em 2020!

Entre na conversa

Return to top of page