Blog

  • Cat. Imprensa
  • Postado em: Thursday, 29 de June de 2017

Você tem um sonho?

Ele tinha tudo para desistir de ser empreendedor, mas nunca deixou de acreditar no seu sonho de usar a tecnologia para fazer a diferença na vida das pessoas.


A paixão por tecnologia surgiu muito cedo. Aos 14 anos, Vanderlei Kichel fez um curso de informática, onde teve seu primeiro contato com o computador – um PC XT, um dos primeiros computadores pessoais, novidade da época. “Eu chegava a sonhar com o computador. Sempre que tinha oportunidade estava mexendo, testando coisas, programando, aquilo me fascinava”, conta Vanderlei.

Nascido na pequena cidade de Itapejara d’Oeste, no interior do Paraná, ele decidiu criar asas e voar. Primeiro para Ponta Grossa, onde se formou em contabilidade e teve sua primeira empresa com um colega, e depois para Cascavel, onde conheceria o amor de sua vida. Foi no Mirc que ele conheceu Rosimar Busse Kichel, sua esposa. Casaram-se e desse casamento nasceu a SetaDigital.

Vanderlei já fez quase de tudo. Foi office boy, extrator de mina de talco, programador e outras coisas. Trabalhou em várias empresas, mas sempre com os olhos voltados para o que seria futuro no mundo. “Sempre fui atraído pela tecnologia, percebi que eu poderia ajudar as pessoas através dela e comecei a desenvolver sistemas. Passavam-se horas e eu ficava ali envolvido mexendo no computador. Não era um trabalho, mas sim uma diversão que eu fazia com o maior prazer”, conta empolgado.

A Seta Digital e o seu propósito

Chamado de louco por muitos, Vanderlei já teve duas empresas e há mais de 10 anos criou a SetaDigital – Sistemas para Lojas de Calçados. Podemos dizer que ele é sim um louco sonhador, mas com os pés no chão. Na busca por fazer diferente com conhecimento e inovação, ele conheceu um livro muito especial,  Organizações Exponenciais, dos autores Salim Ismail, Michael S. Malone e Yuri Van Geest. O livro conta sobre como organizações exponenciais crescem dez vezes mais que seus concorrentes através da criação de um propósito transformador massivo, que impacte positivamente o maior número de pessoas possíveis.

Foi numa reunião de planejamento estratégico com os líderes de equipe que nasceu o propósito da SetaDigital: fazer a diferença na vida das pessoas. E tinha mais. Também lançaram o desafio de ajudar 1 bilhão de pessoas a serem mais felizes com seu calçado novo até 2030. “Quando a empresa tem um propósito, ela passa a funcionar como um centro de gravidade atraindo pessoas que acreditam que esse propósito é verdadeiro e importante. As primeiras pessoas a serem impactadas são os colaboradores da equipe, que ficam mais motivados e conseguem perceber que o seu trabalho tem um sentido e que pode impactar milhares de vidas”, contextualiza.

Descobrir a essência da empresa

O propósito não precisa ser bonito, mas ele tem que ser verdadeiro e focar nas pessoas. No futuro, as empresas vão ser confundidas com o seu propósito, ou seja, o seu cliente vai comprar na sua empresa porque acredita no seu propósito. “Acredito que empresas com um propósito verdadeiro vão ajudar a construir uma sociedade melhor e a tornar as pessoas mais felizes. Então mãos à obra. Vale a pena.”, finaliza Kichel.

FRASE

“Acredito que empresas com um propósito verdadeiro vão ajudar a construir uma sociedade melhor e a tornar as pessoas mais felizes”

Link: http://www.revistaaldeia.com.br/edicao-junho/voce-tem-um-sonho/

Compartilhar:
Acesse o nosso Medium

Navegue

MATÉRIAS MAIS LIDAS

Fique por dentro

Assine a nossa newsletter e receba matérias que tem tudo a ver com você!

Você pode cancelar sua assinatura quando quiser. Fique tranquilo, não vamos te enviar spam, levamos sua privacidade a sério.